Três dramas para assistir na Netflix

Separei três dicas de dramas do cinema, para assistir na Netflix. Espero que gostem.

Começo esta postagem dizendo que esse texto, não é uma resenha de filme, tampouco uma crítica. Não me considero uma crítica de cinema. É apenas um compartilhamento especial, para pessoas especiais. Sou uma apaixonada por filmes, e minha categoria favorita, são aqueles dramas bem gostosos, que nos deixa reflexivos, melancólicos, questionadores, e críticos. Quem não?

Existem alguns filmes que, de alguma forma, marcaram minha vida. Seja por conta da temática, do ideal, do questionamento proposto, não importa. São aqueles que se passam quinhentas vezes, e assisto de novo,  de novo e de novo. E cada vez que o assisto, é como se fosse a primeira vez. São sempre minha opção favorita de filmes no Netflix quando não tem nada de novo que queira ver.

São eles:

Garota, interrompida (1999)

Filmes-da-categoria-drama-filmes-para-assistir-no-netflix
Fonte: A-loca.com

Este é um clássico do cinema. E foi ele que me inspirou a pensar nos dramas que mais me marcaram.

O elenco conta com Angelina Jolie, Winona Rider, Elisabeth Moss, Whoopi Goldberg, Brittany Murphy e uma série de outros grandes atores, o drama dirigido por James Mangold, se passa nos anos 60, pós guerra e pré libertação sexual, onde a personagem de Winona – Susanna – tenta suicídio e é internada numa clínica psiquiátrica. Diagnosticada como Borderline, Susanna vive seus conflitos, aprendendo a conviver com a realidade de estar internada e suas novas amigas, todas com transtornos e problemas diferentes.

Alguma vez você já confundiu um sonho com a realidade? Ou roubou algo quando você tinha o dinheiro? Você já se sentiu triste? Ou pensou que o trem estava em movimento quando ele estava parado? Talvez eu fosse louca, talvez fossem os anos 60, ou talvez eu fosse apenas uma Garota, interrompida”

Este filme é tocante, nos faz questionar muito sobre a linha tênue que divide a loucura da sanidade. Nos faz ver que todos nós temos segredos e sonhos sombrios, questões com as quais lidamos e como somos influenciados pelo externo.

Babel (2006)

filmes-categoria-drama-para-assistir-no-netflix-babel
Fonte: Express Elevator to Hell

Ajeandro Gonzáles, que dirigiu Babel, é um gênio.  Um drama que meio americano, meio mexicano, que nos prende, nos faz pensar. Já aviso que o filme é fora de sequência e conta ao mesmo tempo quatro histórias diversas e sem ligação. No Marrocos conta o caso de um criador de cabras que compra um rifle e munição de seu amigo. Assim como a história de um casal americano que passeia pelo Oriente. Também vemos a história de uma empregada mexicana que trabalha na casa do casal citado anteriormente e de um empresário japonês e sua filha surda/muda.

O legal de Babel é que é uma super crítica aos nossos atos isolados, que sempre achamos não influenciarem globalmente, e é assim que as histórias se juntam, e você sofre, tem raiva, tristeza, com cada uma delas. Babel conta com um super elenco e com a atuação emocionante de Brad Pitt e Cate Blanchett, além do lindíssimo Gael Garcia Bernal.

 “Em Babel, não há vilões, apenas vítimas do destino e circunstância[…]”

Volver (2005)

filmes-categoria-drama-para-assistir-no-netflix-volver
Fonte: Adoro Cinema

Se eu começar a falar realmente de Almodóvar por aqui, vou me empolgar e vocês vão me ler durante umas dez horas seguidas. Mas, existem pontos do porquê amo tanto as obras dele: primeiro pela sensibilidade e pela alma feminina e de diversidade que transborda em seus filmes. As cores, os sons, a trilha sonora, o figurino, é tudo tão construído que você se prende e se encanta. E também, porque ele é o que podemos chamar de drama, sem medo de ser feliz: dramas reais, vidas reais, soluções nada hollywoodianas, real life, simplesmente.

O filme conta a história de duas irmãs, Raimunda – a lindíssima Penélope Cruz – e Sole, que voltam a se encontrar por conta de uma tragédia familiar e é ai que a história começa: sua tia enferma afirma que a mãe delas ainda está viva, a filha de Raimunda é  abusada sexualmente e é assim que o filme se desenrola e se torna tão poético: ele não é sobre fantasias, é sobre mulheres, é pautado na vida e decisões de três mulheres que tem que lidar com família, mundo, trabalho, amor, filhos, dentre tantas coisas. Volver não vitimiza e não torna nenhuma mulher heroína, só fruto daquilo que ela escolhe para si. Vale a pena ver, e se gostar, continuae procurando e assistindo as obras de Pedro Almodóvar.

“Volver con la frente marchita. Las nieves del tiempo platearon mi sien. Sentir que es un soplo la vida, que veinte años no es nada, que febril la mirada, errante en las sombras te busca y te nombra. Vivir con el alma aferrada a un dulce recuerdo que lloro otra vez.”

Foram essas as minhas dicas de alguns dramas para assistir na Netflix.

Vocês já assistiram algum deles?Também gostam de dramas? Contem para mim!